Como ser um integrador solar? 8 passos!

A fonte solar é a energia que mais cresce no mundo, sendo promissor o seu pertencimento à matriz energética. Segundo a Absolar, até 2040, de toda a energia produzida no país, a fotovoltaica deve representar majoritariamente a sua composição.

Sabendo disso, com toda a expectativa sobre o crescimento no mercado solar, tornar-se um integrador solar pode ser um grande investimento, pois, a demanda por profissionais qualificados aumenta dia após dia na área energética.

Portanto, possuir técnicas aprimoradas é um diferencial competitivo perante os seus concorrentes e, sem dúvidas, uma maneira eficaz para se destacar no ramo de energia fotovoltaica.

Investir em conhecimento sempre rende os melhores juros.

Em outras palavras, com a demanda aflorada vigente no ramo solar, é imprescindível que hajam empresas preparadas para suprir tal necessidade. Ou seja, este é o momento certo para empreender como integrador solar e conquistar o seu lugar no mercado.

Sabendo disso, trouxemos dicas imprescindíveis para que você, integrador solar, dê os seus primeiros passos de maneira assertiva e alavanque suas vendas. Veja abaixo tudo o que você precisa saber para adentrar o ramo solar.

Compre ações impressionantes por preços que não refletem sua grandiosidade.

O que é integrador solar?

O integrador solar é responsável por fazer a ponte entre a distribuidora de equipamentos e o cliente, fornecendo projetos, materiais, ferramentas, instalações e manutenções da rede.

Em outras palavras, o integrador solar é um prestador de serviço, criando oportunidades do desenvolvimento sustentável e economicamente consciente dos recursos naturais.

Nesse sentido, ao apresentar os benefícios econômicos e ambientais da utilização do sistema fotovoltaico, o integrador solar adquire clientes com rapidez e eficiência, desde que, garanta qualidade e procedência dos produtos e serviços prestados.

O integrador solar possui um amplo mercado de atuação, sendo o principal veículo de informações confiáveis, além de ser um disseminador de ideais cada vez mais sustentáveis para o Planeta.

Gerador de proposta de energia solar

Experimente o Solarfy

Gere propostas de energia solar incríveis e fáceis de entender. 

Como ser um integrador solar?

Faça uma especialização

Antes de adentrar o ramo de energia solar, é interessante que você se instrua, estude e tenha os  conhecimentos necessários para melhor administrar o seu negócio. Além disso, é essencial para a profissionalização dos seus funcionários, bem como, para entender melhor como os processos funcionam.

Escolha um nome

Escolha um nome fácil de ser lembrado, por exemplo, grande parte das empresas fotovoltaicas possuem o “solar” no nome, facilitando assim, o reconhecimento da sua empresa perante um cliente em potencial.

Crie um logotipo

Criar um logo para a sua marca é necessário para trazer identidade visual ao seu negócio, além de, comunicar, por meio de cores, fontes, linhas e ícones, qual o produto ou serviço ofertado e as características principais da sua empresa.

Veja também: software para energia solar – como inovar a sua empresa 

Faça um website

90% dos consumidores encontram seus fornecedores através da internet. Portanto, um site com bom desempenho e de fácil acesso, amplia a sua cartela de cliente em potencial.

Informe-se sobre o regulamento da ANEEL

Esta é a lei que regulamenta a conexão à rede de sistemas fotovoltaicos. Você vai precisar conhecer ela a fundo. Aqui você encontrará as algumas informações essenciais.

Registre sua empresa no CREA

Segundo a Lei Federal nº 5.194/66 e a Resolução nº 336/89 do Confea, o registro no Crea é obrigatório a toda “pessoa jurídica que se constitua para prestar ou executar serviços e/ou obras ou que exerça qualquer atividade ligada ao exercício profissional da Engenharia e outras áreas tecnológicas fiscalizadas pelo Sistema Confea/Crea”.

Dessa forma, ao exercer essas atividades, faz-se obrigatório realizar o registro junto ao órgão do CREA da sua região.

Marketing para energia solar 

Divulgar e promover o seu negócio é de suma importância para ser conhecido no mercado. Comece com anúncios patrocinados, criação de blog para anúncios orgânicos e leia nossas 10 dicas de marketing para energia solar.

Além disso, saiba como desenvolver no marketing verde como integrador solar, aumentando as suas possibilidades de alcance e multiplicando os caminhos para o sucesso.

Gerador de proposta de energia solar

Experimente o Solarfy

Gere propostas de energia solar incríveis e fáceis de entender. 

Atendimento para energia solar

Atendimento é tudo em uma empresa. É muito simples: faça para os outros o que gostaria que fizessem para você! Além disso, fortalecer e qualificar a sua equipe é essencial para que haja um bom atendimento ao cliente. Assim, ficará muito mais fácil vender energia fotovoltaica, conquistar clientes e fidelizar consumidores.

Quanto ganha um integrador solar?

A alta rentabilidade no ramo de energia solar é uma das maiores vantagens deste investimento, já que, os custos são baixos comparado ao faturamento.

Primordialmente, é importante falarmos sobre o crescimento da demanda de projetos de energia fotovoltaica. Bem como, há cerca de 350 mil projetos fotovoltaicos instalados em casas e empresas do país.

Ainda assim, estima-se que até 2024 existam 886 mil consumidores de energia proveniente do sol. Devido a isso, o mercado mostrasse estar em ascensão, demandando empresas que ofertarão equipamentos e serviços de qualidade para esse novo hábito de consumo.

Os lucros de um integrador solar são variáveis conforme suas vendas, demandas e consumidores. No entanto, o retorno sobre investimento (ROI) é atraente.

Por exemplo, um sistema de energia solar para uma residência custa em média  R$ 15 mil e R$ 20 mil e o lucro gira entre 15 e 20%. Dessa forma, com uma única instalação de painéis, o lucro líquido, corresponde a, no mínimo, R$2.000,00.

Como posso trabalhar com energia solar?

O lucro neste ramo de energia solar, pode estar também indiretamente conectado com a execução e comercialização de projetos fotovoltaicos. Além disso, a instalação e o suporte, são outras maneiras de rentabilizar ainda mais o seu negócio.

Por este lado, o seu diferencial competitivo cresce, já que, sua empresa fornecerá tudo que um consumidor pode vir a precisar. Assim, as oportunidades vão desde vendedores de sistemas até projetistas e instaladores.

Projetos de energia fotovoltaica

Um projetista de sistemas para energia solar é responsável pela elaboração de um projeto de energia solar conforme a necessidade, espaço e demanda de um cliente.

Todavia, será necessário o conhecimento do local, estudando dimensões, e também, realizando os trâmites obrigatórios.

Instalação de energia solar

Por fim, será necessário executar o projeto solar e fixar os painéis nas superfícies escolhidas, ou seja, instalar os sistemas fotovoltaicos.

Então, para desempenhar esse serviço, tenha à disposição profissionais capacitados, pois, caso algo não saia como o desejado, o prejuízo pode ser muito grande.

Lembre-se: é a qualidade do serviço prestado que fará com que o cliente continue sendo um consumidor.

Gerador de proposta de energia solar

Experimente o Solarfy

Gere propostas de energia solar incríveis e fáceis de entender. 

Quanto é preciso investir em uma integradora solar?

O custo para abrir uma integradora solar pode variar bastante, levando em consideração o local de implantação e a quantidade de habitantes, bem como correntes. Porém, os valores partem de aproximadamente 100 mil reais, incluindo escritório, veículo, marketing e demais necessidades.

Portanto, o plano de negócio neste caso, é previsível, confira:

  1. Venda total no primeiro ano: R$ 1.520.126,00
  2. Receita de Serviço: R$ 307.964,00
  3. Retorno do investimento: 21 meses
  4. Taxa interna de retorno (média nos 5 anos): 78,50%

Além disso, projeta-se que no primeiro ano o faturamento gire em torno de 1,5 milhões, com um retorno sobre investimento (ROI) em 21 meses.

Por que investir para ser um integrador solar

O futuro é visto através da utilização de energia fotovoltaico no mundo inteiro. Só no Brasil, já contamos com mais de 500 mil consumidores e projeta-se expandir este número, o dobro, até 2030.

Sabendo disso, o mercado mostra-se em uma ótima oportunidade para investimento de um integrador solar, visto que, a demanda por energia limpa veio para ficar. Confira abaixo os 4 motivos para que você torne-se um integrador solar.

Veja também: como ser um integrador solar? 

#1 Mercado Promissor

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), o Brasil ultrapassou a marca histórica de 8 gigawatts (GW) de potência operacional. Contudo, desde 2012 foram gerados mais de 240 mil empregos diretos e para 2021 projeta-se 147 mil novas vagas de emprego no país.

Nesse sentido, torna-se notório o aumento exponencial do mercado fotovoltaico e o crescimento desenfreado em potência instalada, alcançando os 5 GW em um curto período de tempo.

#2 Campo de atuação 

Para o integrador solar, existem diversas possibilidades de atuação no mercado. Um profissional de energia fotovoltaica pode atuar tanto em residências quanto em empresas, comércios, áreas rurais. Realizando desde os projetos até a instalação e manutenção de tal serviço.

#3 Falta mão de obra

Com todo o crescimento do ramo solar, nasce um alerta sobre a falta de mão de obra qualificada para atender tamanha demanda. Atualmente, a necessidade por profissionais especializados é a realidade de diversas áreas e níveis, por isso, qualificar-se para tal  mercado, é fundamental para uma prestação de serviço de qualidade.

Por outro lado, se há a falta de uma boa mão de obra, existe a possibilidade de supervalorizar o conhecimento adquirido, aumentando o salário e os benefícios de quem a possui.

#4 Independência financeira 

Se você iniciar o seu trajeto de empreendedor como um integrador solar, você conquistará a tão sonhada liberdade financeira. Além de ser o dono do seu próprio negócio, a lucratividade da energia solar é bem atrativa, garantindo um payback de energia solar rápido.

Quanto custa fazer energia solar?

O valor para a instalação de um sistema de energia solar é calculado em cima de muitas variáveis, incluídas no projeto. Porém, a média de preço fica entre R$15.000,00 e R$20.000,00.

Isso porque, dependerá da quantidade de potência (em kWp) que o gerador precisará ter para suprir a sua demanda.

Veja mais em: como vender mais projetos?

Qual a importância da energia fotovoltaica?

A energia solar está presente em todos os ciclos de vida da Terra, visto que, age na composição de células, alimenta seres fotossintéticos e oferece a absorção de vitamina D em nós, seres humanos.

Além disso, a fonte de luz solar pode ser utilizada como um recurso de obtenção de energia elétrica, tendo em vista os desafios energéticos que a sociedade vem enfrentando, contribuindo com o desenvolvimento sustentável.

Isso é possível porque a energia oriunda do sol é inesgotável, abundante e uma solução limpa e viável para substituir nossa dependência de combustíveis fósseis, adequando e equilibrando de forma eficiente o ecossistema.

Gerador de proposta de energia solar

Experimente o Solarfy

Gere propostas de energia solar incríveis e fáceis de entender. 

Como ser vendedor de energia solar?

O primordial, nesse momento, para vender energia fotovoltaica, é possuir uma equipe de vendas qualificada para exercer tal função. Se você não priorizar a qualificação de vendedores, essa escolha pode lhe fazer perder muitos clientes.

Além disso, com os padrões de consumo modificados, a venda se tornou mais consultiva. Contudo, é importante oferecer seu serviço de forma assertiva, abordando o consumidor em potencial da maneira certa.

Para oferecer seu serviço/produto de forma mais eficiente e vender energia fotovoltaica com mais qualidade, é preciso, além de especialização, entender o perfil do seu cliente.

Posterior a isso, trazê-lo para perto da sua empresa é uma boa tática para fechar negócios. É necessário também, fazer com que o futuro consumidor se sinta seguro e confortável ao conversar com o seu vendedor.

Por isso, simpatia e educação são essenciais para que esse cliente sinta-se bem atendido. Afinal, escolher bem as pessoas que trabalham na comissão de frente da sua empresa é inquestionável, pois, é a cara e a reputação do seu negócio que está em jogo.

Como ser um represente solar?

O revendedor de energia fotovoltaica promove projetos e revendas de equipamentos de energia solar localmente. Portanto, tem como principal função fazer a ponte entre o cliente e a empresa. Bem como, faz a gestão do relacionamento com o consumidor em questão.

Portanto, para se tornar um revendedor de energia solar, é preciso seguir alguns passos. Normalmente, as empresas solicitam um pré-cadastramento, que te levará até um treinamento específico para vender energia fotovoltaica.

Por consequência, será necessário possuir um CNPJ ativo e esperar pela validação da sua solicitação como revendedor. Após a análise e qualificação, será possível adquirir materiais para que você consiga prospectar clientes e vender energia fotovoltaica localmente.

Dessa forma, tornar-se um revendedor é consideravelmente fácil e não exige conhecimentos prévios, visto que, a empresa escolhida lhe dará todo o suporte necessário para que você possa vender energia fotovoltaica da maneira certa e com a profissionalização adequada.

Quanto ganha um revendedor de energia fotovoltaica?

  • A média salarial de um Vendedor de Sistema Fotovoltaico é de R$1 mil a R$2.500 mil + comissão, sendo responsável pela captação de leads, clientes e negociações de projetos solares. 

Como calcular Payback para integrador solar?

Basicamente, para fazer este cálculo é preciso fazer o levantamento do custo total do investimento e dividi-lo pela economia proporcionada mês a mês.

PAYBACK (meses) = Investimento (R$) / Energia gerada (kWh/mês) x Valor da tarifa

O cálculo do payback de um sistema de energia solar deve, portanto, devo levar em consideração o investimento total realizado e a geração média mensal do sistema fotovoltaico (produção de energia em kWh).

No Brasil, o payback varia bastante em função da radiação solar e tarifas cobradas e, quanto maiores estes valores, menor será o payback do sistema.

Com isso, é possível estimar que no Brasil, o tempo de retorno do investimento é entre 5 anos e 8 anos. Portanto, como estes sistemas possuem mais de 25 anos de vida útil, perceba que mesmo que o sistema se pague em 8 anos, serão mais de 17 anos de energia gratuita.

Gerador de proposta de energia solar

Experimente o Solarfy

Gere propostas de energia solar incríveis e fáceis de entender. 

Como é feito o projeto de energia solar?

O projeto de energia solar fotovoltaica inicia com a definição da quantidade de energia que precisa ser produzida. Posterior a isso, é realizado um cálculo de produção de energia desejada. E assim, acontece a devida instalação do protótipo pelo integrador solar e/ou sua equipe.

Em paralelo, é necessária toda à adequação técnica, que abrange documentação e homologação perante à concessionária de energia. Nesse sentido, desenvolver um projeto de energia fotovoltaica exige qualificação e experiência, evitando assim, eventuais problemas.

Todavia, o caminho para o dimensionamento de um projeto de energia solar passa por etapas como o conhecimento da demanda, inspeção técnica, dimensionamento, aprovação e instalação.

Além do mais, o tamanho do projeto se limitará conforme à área disponível para a implementação dos painéis solares.

Quanto custa a instalação de energia solar para uma casa?

Primeiramente, para que seja possível orçar projeto de energia solar, é indispensável a realização de cálculos. Bem como o de dimensionamento, demanda e quantidade de placas solares necessárias para atender as necessidades de um cliente.

Com isso, o valor do projeto de energia fotovoltaica deve incluir:

  1. Os custos dos equipamentos e acessórios;
  2. Os gastos com a instalação – com insumos e mão de obra;
  3. O custo de oportunidade – ou seja, considerar que produtos e serviços que são mais recentes no mercado possuem preços mais elevados.

Os custos também estão diretamente relacionados à produção e à obra, abarcando toda a engenharia do projeto fotovoltaico.
Dependendo do nível profissional e da experiência, um técnico em eletrotécnica tem um salário médio, em uma empresa de pequeno porte, de R$ 1.700 a R$ 3.000.

Já um engenheiro eletricista, nas mesmas condições, recebe um salário médio de R$ 3.500 a R$ 8.500.

Preços médios para instalação de projetos fotovoltaicos

Entretanto, é possível criar uma estimativa de preços médios. Com base no relatório Análise do Mercado Fotovoltaico de Geração Distribuída – no segundo Semestre de 2017 da consultoria Greener, confira:

  • Em um sistema pequeno, com potência de 2 kWp e faixa de consumo mensal de 250 a 350 kWh/mês, o preço médio é de aproximadamente R$ 15.620,00.
  • Um sistema médio, com potência de 4 kWp e faixa de consumo mensal de 550 a 660 kWh/mês, possui um preço médio de R$ 26.080,00.
  • No caso de um sistema grande, com potência de 8 kWp e faixa de consumo mensal de 1000 a 1100 kWh/mês, conta com um preço médio de R$ 46.400,00.

Por fim, é importante frisar que: os valores sofrem alterações e podem variar conforme integradora e componentes escolhidos. Os dados fornecidos são apenas um parâmetro, em média, dos custos para instalar um projeto de energia fotovoltaica.

Veja também: como ser um integrador solar 

Quais são as etapas da energia solar?

A energia solar fotovoltaica é obtida através da conversão da luz do sol em eletricidade, por meio do sistema fotovoltaico. Isso ocorre porque as placas solares absorvem a energia térmica dos raios solares e armazena-o.

Agindo como um grande reator nuclear natural, o sol libera em todos os instantes um pacote de fótons, que percorrem aproximadamente 150 milhões de quilômetros, em cerca de 8,5 minutos para chegar até a Terra. A cada hora, a quantidade de energia solar emitida seria o suficiente para suprir as necessidades energéticas do mundo inteiro.

Segundo a Agência Internacional de Energia (IEA) a energia solar se tornou a fonte energética que mais cresce no mundo. Além disso, pesquisas apontam que daqui alguns anos aproveitaremos de forma integral o uso da energia solar, de uma forma ou de outra.

Gerador de proposta de energia solar

Experimente o Solarfy

Gere propostas de energia solar incríveis e fáceis de entender. 

Sobretudo, o desenvolvimento sustentável é um forte aliado do integrador solar, pois, é um dos fatores importantes que levam às pessoas a se tornar consumidores da energia limpa. Ou seja, a sustentabilidade é pautada em consumir com consciência ecológica, sendo necessário o fornecimento de tais informações.

Por outro lado, fornecer sistemas que supram a demanda de um consumidor e deixe-o satisfeito é um dos papéis do integrador solar para contribuir com o desenvolvimento sustentável. Em outras palavras, quando você mostra que é possível produzir energia renovável, ajudar o meio ambiente e ainda economizar na conta de luz, você estará fomentando o mercado.

Veja mais em: qual é o papel do integrador solar? 

Integrador solar: o investimento vale a pena?

A maior validação de que investir como integrador solar é rentável e promissor, é a sua rápida popularização entre os usuários e o desejo despertado em grande parte da população brasileira.

Anos atrás, quando existiam apenas 7 sistemas fotovoltaicos instalados no país, ninguém imaginava que hoje, 10 anos depois, teríamos multiplicado por números exorbitantes e ganhado o mercado com a sua excelência e economia.

Portanto, ser um integrador solar nos dias atuais é possuir a consciência de que este mercado não parará de crescer tão cedo. Além disso, a expansão desenfreada da tecnologia e a consequente diminuição dos preços em painéis solares, tornou o sistema mais rentável, adquirindo cada vez mais clientes e propagadores de tal transformação.

Por fim, ser um integrador solar é sim uma forma vantajosa e altamente rentável para investir o seu dinheiro. Nesse sentido, qualifique-se e caminhe rumo ao sucesso. Não esqueça de preparar-se para alavancar as suas vendas!

E você? É um integrador solar ou está pensando em empreender nessa área? Nós temos a solução para alavancar vendas dos projetos de energia fotovoltaica, otimizar processos e trazer mais tecnologia para a sua empresa.

Conheça o Solarfy, uma ferramenta inteligente para gerar propostas e acompanhar negociações com agilidade.

Ficou com alguma dúvida sobre como se tornar um integrador solar? Então deixe um comentário! Se você gostou desse artigo, considere se inscrever na newsletter gratuita e receba os próximos conteúdos diretamente no seu e-mail.

Gostou dessa matéria?

Cadastre-se na newsletter gratuita e receba os próximos conteúdos diretamente em seu e-mail!

Deixe um comentário