Escolher um software gerador de proposta de energia solar é investir no crescimento, automatização e otimização do seu negócio. Ou seja, em um mercado cada vez mais competitivo, destacar-se positivamente é fundamental para aumentar suas vendas e encaminhar sua empresa até o sucesso.

Nesse sentido, analisando as retas de crescimento exponencial da energia fotovoltaica no Brasil, conseguimos mensurar a importância de oferecer bons serviços. Em outras palavras, organização e inovação são dois termos imprescindíveis para te auxiliar na comercialização eficiente e assertiva.

Pensando nisso, separamos as melhores dicas para que você escolha um gerador de propostas de energia solar que adapte-se às suas reais necessidades e agregue valor à sua empresa. Confira abaixo:

Qual melhor gerador de proposta de energia solar?

Pensando em otimizar seu tempo e transformar o gerador de proposta de energia solar seu aliado, é fundamental analisar diversos fatores, bem como, suas funcionalidades, custos, treinamentos e suporte.

Entretanto, nem sempre o melhor sistema para energia solar é o software que a sua empresa precisa. Neste caso, ao optar pela contratação de um sistema gerador de propostas de energia solar, compare preços, funções e qualidade.

Veja também: como ser um integrador solar – tudo que você precisa saber 

Lembre-se que nem sempre o mais caro é o melhor. Antes de analisar a parte financeira, analise a entrega de valor que ele trará para o negócio, pois se ele for eficiente, se pagará com facilidade.

O que deve-se considerar ao contratar um sistema gerador de proposta de energia solar?

Ao escolher um sistema gerador de proposta de energia solar, é fundamental entender as reais necessidades da sua empresa. Partindo desse pressuposto, listamos abaixo fatores importantes para se levar em consideração ao contratar um sistema gerador de propostas de energia solar.

Descubra suas reais necessidades

O primeiro passo para dar ao contratar um sistema para energia solar é olhar para dentro. Ou seja, dedique um tempo para estudar o seu negócio e estar alinhado com o seu funcionamento, pois assim, será mais fácil e descomplicado identificar as demandas, acertos e falhas.

O principal objetivo é encontrar as doenças crônicas e barreiras que impedem o desenvolvimento da sua empresa. Além disso, quanto mais informações tiver, mais adequada serão as soluções.

Verifique integrações

Para que a sua escolha seja assertiva, certifique-se de que poderá gerenciar os seus dados e funcionalidades em um só lugar, de preferência, de maneira rápida e intuitiva.

Neste caso, pergunte ao seu fornecedor se poderá acompanhar o andamento de vendas e seu faturamento, abandonando o Excel. Ademais, automatizar seu processo de vendas e otimizar o seu tempo, também é imprescindível.

Lembre-se: a capacidade de centralização de informações em um software pode contribuir imensuravelmente com a melhoria na eficiência da sua empresa.

Conheça a escalabilidade oferecida

Se você leva a sério a ideia de expandir a sua marca, lembre-se de escolher por um software que esteja apto a crescer com você. Analise se o sistema possui upgrade e possui os recursos e ferramentas essenciais para gerenciar uma empresa de qualidade.

Portanto, opte por um gerador de proposta de energia solar em que será possível aumentar seu pacote, ou ainda, expandir conforme as suas reais necessidades, em cada momento do seu constante progresso.

Privilegie sistemas com atualizações em tempo real

Ao gerar a proposta de energia fotovoltaica, buscamos por facilidade e acompanhamento em tempo real. Isso significa dizer que, ao gerar e enviar uma proposta, é possível saber quando o seu cliente em potencial visualizou a proposta. Nesse sentido, você consegue direcionar os seus esforços para a pessoa certa e no momento certo.

Além disso, procure sistema gerador de proposta de energia solar que cadastre seus vendedores, assim, você acompanha em tempo real as tarefas concluídas e em execução.

Atente-se ao suporte oferecido

Quando se trata de software, há sempre a possibilidade de você se deparar com problemas e precisar de suporte e um auxilio eficiente, prontamente para te ajudar.

Ao escolher um software que possui suporte treinado e à sua disposição, você investe na garantia de que tudo ocorrerá da melhor forma possível e caso não funcione, você tem garantia de ajuda para solucionar os eventuais problemas.

Veja também: vender mais projetos fotovoltaicos – marketing e venda 

Observe a facilidade de uso

Escolha um sistema gerador de propostas de energia solar que seja prático, rápido e simples. Afinal, na correria do dia a dia, o que sua empresa busca é otimização de tempo, fazendo mais em menos tempo, não é?

Desse modo, se você tiver a oportunidade de testar, aproveite. Pois assim, você saberá se o sistema é intuitivo e possui a simplicidade que o seu negócio precisa.

 

Preço baixo nem sempre é uma boa negociação

O preço não é a coisa mais importante na hora de escolher um software para gerar as suas propostas de energia solar. Um dos fatores para pensar é que sistemas gratuitos, por exemplo, possuem recursos limitados e não recebem as atualizações necessárias.

Sendo assim, você deve contratar um sistema que seja rentável ao seu negócio e deve considerá-lo um investimento. Afinal, se sua escolha for certeira, você verá a sua receita aumentar e a sua administração ficar mais eficaz.

Gerador de proposta de energia solar

Experimente o Solarfy

Gere propostas de energia solar incríveis e fáceis de entender. 

Como calcular o custo de um sistema fotovoltaico?

Primeiramente, para que seja possível orçar um valor para o projeto de energia solar, é indispensável a realização de cálculos. Bem como o de dimensionamento, demanda e quantidade de placas solares necessárias para atender as necessidades de um cliente.

Com isso, o valor do projeto de energia fotovoltaica deve incluir:

  1. Os custos dos equipamentos e acessórios;
  2. Os gastos com a instalação – com insumos e mão de obra;
  3. O custo de oportunidade – ou seja, considerar que produtos e serviços que são mais recentes no mercado possuem preços mais elevados.

Os custos também estão diretamente relacionados à produção e à obra, abarcando toda a engenharia do projeto fotovoltaico.
Dependendo do nível profissional e da experiência, um técnico em eletrotécnica tem um salário médio, em uma empresa de pequeno porte, de R$ 1.700 a R$ 3.000.

Já um engenheiro eletricista, nas mesmas condições, recebe um salário médio de R$ 3.500 a R$ 8.500.

Preços médios para instalação de projetos fotovoltaicos

Entretanto, é possível criar uma estimativa de preços médios. Com base no relatório Análise do Mercado Fotovoltaico de Geração Distribuída – no segundo Semestre de 2017 da consultoria Greener, confira:

  • Em um sistema pequeno, com potência de 2 kWp e faixa de consumo mensal de 250 a 350 kWh/mês, o preço médio é de aproximadamente R$ 15.620,00.
  • Um sistema médio, com potência de 4 kWp e faixa de consumo mensal de 550 a 660 kWh/mês, possui um preço médio de R$ 26.080,00.
  • No caso de um sistema grande, com potência de 8 kWp e faixa de consumo mensal de 1000 a 1100 kWh/mês, conta com um preço médio de R$ 46.400,00.

Por fim, é importante frisar que: os valores sofrem alterações e podem variar conforme integradora e componentes escolhidos. Os dados fornecidos são apenas um parâmetro, em média, dos custos para instalar um projeto de energia fotovoltaica.

Veja também: software para energia solar – como inovar a sua empresa 

Como vender sistemas fotovoltaicos?

Com todo o vapor vindo do setor de energia solar, cada vez mais pessoas buscam conhecimento para adentrar e crescer junto com este segmento.

Entretanto, ao vender projetos fotovoltaicos, que trata-se de um produto/serviço de custo elevado, você deve ter alguns conhecimentos e habilidades para abordar e vender mais sistemas. Confira abaixo algumas dicas que separamos visando auxiliar no crescimento do seu negócio.

#1 Conhecimento

Se você atua ou pretende atuar no ramo de energia solar deve saber que o estudo é essencial para em seu dia a dia. De antemão, conhecimento é fundamental, pois se trata de um assunto complexo e o domínio é a garantia de um serviço prestado com excelência.

Além disso, a nível mundial, a energia solar é relativamente nova, demandando que estratégias e muito conhecimento. Nesse sentido, esteja sempre atento e informado para melhor atender os seus clientes.

#2 Defina o ramo de sua empresa

Antes de começar a vender energia solar, saiba exatamente o que você irá fazer e qual serviço irá prestar. Há três opções principais de atuação: vender sistema fotovoltaicos, fazer projetos fotovoltaicos e instalar sistemas fotovoltaicos.

No primeiro caso, ao vender sistemas fotovoltaicos, nesse caso, você vende os sistemas mas terceiriza os projetos, a instalação e os adjacentes que possam ser necessários.

Em contrapartida, ao fazer projetos fotovoltaicos, você é o responsável pela elaboração, sejam de residencial ou empresarial. Sua responsabilidade é por estudar o local, dimensionar os sistemas e apresentar o projeto ao cliente, além de outros trâmites necessários.

Ademais, ao escolher a área de instalação de energia solar, você será responsável pela instalação dos painéis, fixando-os. Para que tudo saia como o esperado, conte com profissionais qualificados e com conhecimento na área.

#3 Escolha um perfil de cliente ideal

Para que seus esforços para vender projetos fotovoltaicos sejam recompensáveis, crie uma persona, descrevendo qual é o seu cliente ideal, aquele que você deve redirecionar os seus esforços.

Para que isso aconteça de maneira eficiente faça uma pesquisa de mercado, levante informações e busque situações distintas, agregando tudo para montar o perfil de consumidor que sua empresa tem. Após todas estas informações reunidas, parta para a prospecção, ou seja, de entrar em contato com seu potencial cliente.

#4 Apresente as vantagens ao longo prazo

A instalação de energia solar não é um gasto e sim, um investimento, utilize desta estratégia ao vender seu projetos. Desse modo, apresente as diversas vantagens que os sistemas fotovoltaicos trazem, demonstrando seu payback atrativo e seu diversos outros benefícios a longo prazo.

#5 Melhore seu processo de vendas

A habilidade de melhorar o seu processo de vendas vem com o tempo, mas é fundamental que você se atualize e estude métodos para otimizar as suas estratégias.

Uma das maneiras, que já citamos acima, é a criação de um público-alvo bem delimitado, pois assim, você direciona os seus esforços para as pessoas certas.

Além disso, observe pequenas mudanças necessárias e priorize um atendimento prestado com qualidade. Em outras palavras, aborde, venda e converse com excelência, visando concretizar a negociação.

#6 Implemente um sistema de pós-vendas

Muito peca e se engana quando acha que o processo de vendas é concluído com a venda fechada. Nos últimos anos, uma nova etapa de vendas vem se concretizando: o pós vendas.

Para realizar o pós-vendas, você deve ligar para o seu cliente e perguntar se está tudo bem, se ele ficou satisfeito e se tem uma crítica ou elogio ao atendimento.

No caso de projetos fotovoltaicos, você pode averiguar se os painéis estão precisando de manutenção ou limpeza, as quais devem ser feitas pelo menos uma vez ao ano.

Gerador de proposta de energia solar

Experimente o Solarfy

Gere propostas de energia solar incríveis e fáceis de entender. 

Como funciona o projeto fotovoltaico?

Os painéis captam a luz solar, realizando o efeito fotovoltaico e geram energia em corrente contínua, que é transportada até o inversor solar, o qual é responsável pela conversão da energia elétrica conforme as características de nossa rede.

Durante o dia, os módulos fotovoltaicos absorvem a luz oriunda do sol. O segredo para que a eficiência de uma placa solar seja favorável, é planejar e calcular a inclinação das mesmas, utilizando do posicionamento como uma maneira de receber radiação solar direta por mais tempo.

Veja também: orçamento para energia solar – como fazer 

A corrente contínua captada pelos filamentos dos módulos fotovoltaicos são encaminhados para o inversor solar e este equipamento transforma a corrente contínua em alternada (usada em empresas e residências). Posteriormente é disponibilizada para o uso.

Como é produzida energia solar durante a noite ou em dias nublados?

O sistema fotovoltaico não precisa de um céu limpo para produzir energia. Em dias nublados ou chuvosos, por exemplo, o módulo fotovoltaico também captar luz solar, porém, em menor intensidade.

Além disso, em períodos noturnos, as placas não geram ou captam energia. Entretanto, se você utiliza um sistema conectado à rede de energia elétrica, também conhecido como On-grid, você não precisa investir na compra de baterias para o armazenamento de energia, pois pode consumir energia da rede em períodos noturnos.

Como homologar energia solar?

Atualmente, um dos principais desafios para a produção de energia fotovoltaica é saber como homologar o seu imóvel à concessionária de energia elétrica.

Mas livre-se de preocupações, aqui será possível sanar suas dúvidas e, compreender sua acessibilidade.

O que é a homologação de um projeto de energia fotovoltaica?

A homologação de sistemas fotovoltaicos constitui-se de um procedimento padrão em que sua distribuidora de energia realiza a fiscalização do sistema solar instalado em seu imóvel, verificando se ele possui as especificações estabelecidas nas normas de segurança.

Para isso, a homologação é feita através de procedimento padrão:

  1. É realizada a solicitação da conexão do sistema de energia solar à rede de energia;
  2. Ocorre o envio do projeto para a concessionária analisar;
  3. É estabelecido um prazo de 120 dias para realizar a instalação do seu sistema de energia solar e solicitação da vistoria;
  4. Neste passo, um técnico especializado deverá realizar a vistoria (quando solicitado) e desenvolverá um relatório que será encaminhado à concessionária para a regularização;
  5. Por fim, a concessionária fará uma nova vistoria técnica a fim de autorizar a ligação do sistema, quando o relógio é trocado por um medidor bidirecional.

Desta forma, se o seu projeto for aprovado em todas as etapas dentro do período estabelecido, sua homologação será feita em até 34 dias.

Veja também: marketing para energia solar – 10 dicas fundamentais 

Quanto custa 1 kWh em reais 2021?

A Agência Nacional de Energia Elétrica definiu que a bandeira para o mês de Julho de 2021 custará R$9,49 a cada 100 kWh. Ou seja, custará em torno de 0,09 centavos para cada 1 kWh consumidos.

Quanto custa a mão de obra para instalar painel solar?

A mão de obra para a instalação de painéis solares é variável, visto que, existem diversos fatores para levarmos em consideração. Uma das maneiras de remunerar o profissional instalador de placas solares é por um salário fixo + comissionamento, ou ainda, contratá-lo apenas em situações de necessidade, bem com, freelancer.

Além disso, a média de salário para um instalador de sistemas fotovoltaico fica entre R$1.500,00 e 3.000,00, porém, os ganhos podem triplicar, chegando a aproximadamente R$5.000,00. Entretanto, os ganhos podem variar conforme o grau de conhecimento, especialização e tempo de experiência na área solar.

Como fazer dimensionar de placas fotovoltaicas?

Para saber o tamanho do sistema que você precisa é ideal que seja feita uma análise da sua conta de energia. Através de um consumo energético médio, ao longo de 12 meses do ano, será possível entender a demanda que o cliente possui.

Contudo, é a hora de analisar a relação de todos os equipamentos em que há pretensão de se ligar ao sistema. Por isso, verifique o consumo em Watts e a quantidade de horas que cada um fica ligado por dia.

Assim, será possível multiplicar os valores de consumo pelas horas de uso, dimensionando especificadamente o seu sistema de energia fotovoltaica.

Somando todos os resultados, obtemos o consumo diário de energia. Quando se tratar de consumo não regular, tal como residência de fim de semana, é preferível trabalhar com valores de consumo, considerando os dias que não haverá consumo mas há geração e isso deve ser compensado com o armazenamento em baterias.

Veja mais em: como fazer projetos de energia fotovoltaica 

Quanto custa cada placa de luz solar?

Um painel de energia solar de 330 watts tem o custo aproximada de R$849,00. Nesse sentido, o valor médio por Watts é de R$2,57. Entretanto, os preços podem ser variáveis, visto que, dependem da cotação do dólar e do material em que são construídos.

Um fato relevante a ser mencionado é que os módulos fotovoltaicos tem ficado cada vez mais baratos e mais tecnológicos, tornando possível a acessibilidade dos mesmo para um público maior. Além disso, os placas de hoje custam em média, a metade do valor pago em um painel de 2008. Ainda assim, é 100 vezes mais barato do que no ano de 1977.

Gerador de proposta de energia solar

Experimente o Solarfy

Gere propostas de energia solar incríveis e fáceis de entender. 

Quanto vale a pena energia solar residencial?

A energia solar em residência vale a pena, pois pode suprir todas as necessidades de consumo elétrico, gerando uma economia de até 95% na conta de luz. Possibilitando também, utilizar seus créditos de energia em outra residência de mesma titularidade.

Sendo assim, os sistemas fotovoltaicos oferecem um retorno sobre o investimento rápido. Ao instalar a energia solar em sua residência, você passa receber dinheiro de volta logo no seu primeiro mês. Além disso, o payback de energia solar é extremamente atrativo se comparado a sua vida útil.

Sobretudo, é um sistema que exige pouca manutenção e a principal delas, pode ser feita pelo próprio consumidor: limpeza de painéis solares.

Por fim, podemos considerar rentável e altamente valoroso instalar projetos de energia fotovoltaica em residência e empresas, contribuindo com o desenvolvimento sustentável e com a economia na conta de energia de milhares de brasileiros. Desse modo, você reduz seus custos, investe no futuro e ainda, contribui positivamente com a descarbonização do meio ambiente.

Veja também: dimensionamento de projetos fotovoltaicos 

Quanto custa a manutenção da energia solar?

O custo para a manutenção de painéis fotovoltaicos é praticamente zero e aproxima-se de 0,5% ao ano, se comparada ao valor pago pelo sistema. Essa é uma das vantagens em produzir energia limpa, oriunda do sol.

Os painéis solares foram feitos para durar, em média, 40 anos. Em razão do alto grau de qualidade dos produtos, estes equipamentos precisam de pouquíssima intervenção ao longo do tempo.

Porém, para manter o funcionamento das placas em boas condições, realiza-se limpezas periódicas, normalmente de 6 em 6 meses e que podem ser realizadas pelos próprios donos, reduzindo gastos.

Considerações finais

Diante de todos os fatos acima mencionados, conseguimos mensurar a importância da escolha de um software gerador de proposta de energia solar de qualidade. Isso porque, ao contratar um sistema eficiente, você está investindo no crescimento e desenvolvimento da sua empresa.

Portanto, ao seguir nossas dicas à risca e ponderar os pontos relevantes citados, você otimiza seu tempo, administra melhor a sua empresa e ainda, centraliza suas informações, tudo em um só lugar.

Dessa forma, você estará crescendo em tecnologia, utilizando a inovação para agregar à sua marca e trazendo mais organização ao seu negócio.

Portanto, seja cauteloso ao escolher o seu sistema, para que você opte pelo fornecedor que melhor adapte-se à estruturação da marca e a demanda da empresa.

E você? É um integrador solar ou está pensando em empreender nessa área? Nós temos a solução para alavancar vendas dos projetos de energia fotovoltaica, otimizar processos e trazer mais tecnologia para a sua empresa.

Conheça o Solarfy, uma ferramenta inteligente para gerar propostas e acompanhar negociações com agilidade.

Ficou com alguma dúvida sobre sistema gerador de proposta de energia solar? Então deixe um comentário! Se você gostou desse artigo, considere se inscrever na newsletter gratuita e receba os próximos conteúdos diretamente no seu e-mail.

Gostou dessa matéria?

Cadastre-se na newsletter gratuita e receba os próximos conteúdos diretamente em seu e-mail!

Deixe um comentário